Receba as atualizações do blog em seu Email

domingo, 30 de setembro de 2012

Serj Tankian e Tom Morello em nova música

"We Are The 99 Percent" é a nova colaboração de Tom Morello do RATM com Serj Tankian do SOAD, que traz também colaboração de Tim McIlrath do Rise Against. O lançamento é em comemoração ao aniversário de 1 ano do Occupy Wall Street, protesto feito pelos norte-americanos pelas ruas de Nova York contra os super-ricos (1% da população) e os rumos da globalização. A canção foi lançada no site da Rolling Stone e ficará disponível para download no site do Axis of Justice (organização criada por Morello e Tankian) a partir de amanha. 

Confira:

Fonte: New Mteal 4U

Conhecendo Bandas - Fleeting Circus

Formada por Taynã Frota (lead singer/guitarist), Rodrigo Seven (guitarist), Daniel Seven (drummer) e  Felipe Vianna (bassist) a banda Fleeting Circus  busca produzir um material inédito, trazendo no seu DNA a paixão pela arte circense e o protesto do Rock N' Roll. A menção ao Circo no nome, além de fazer uma crítica ao sensacionalismo da mídia na nova geração, remete à infância de seus integrantes, que cresceram dentro deste universo.
Atualmente envolvidos no projeto Unicirco Rock Sh
ow, um espetáculo no qual cada performance – do trapézio aos malabarismos- é embalada pelo som das guitarras, do baixo e da bateria da Fleeting Circus,a banda protagonizou a sexta edição do maior festival de artes integradas da América Latina – o Grito Rock – e acaba de lançar um clipe no Youtube em apoio ao grupo de hackers Anonymous – mundialmente conhecido como ‘hackitivista’ por realizar protestos e outras ações na rede, muitas vezes com o objetivo de promover a liberdade na Internet e a liberdade de expressão.


As músicas do EP Dream World Of Magic (disponível para download na bandpage), “Fake Station” e "Underground" foram escolhidas para representar o Rock carioca na final do Festival nacional Yamaha Brazilian Beat.
 
Acesse e conheça mais sobre a banda Fleeting Circus:
 
Twitter      -->>     https://twitter.com/fleetingcircus
WebSite    -->> http://fleetingcircus.com

Algumas mudanças no Biography Rock

Fala galera do Biography Rock, hoje venho trazer algumas novidades para vocês que nos acompanha.
Mês que vem o nosso blog completa 1 ano de atividades e eu queria transformar o blog em site, para isso é preciso dinheiro  e por isso estou colocando alguns anúncios no blog.
Sei que esses anúncios são chatos e as vezes incomoda mas eu quero fazer um blog melhor para vocês que nos acompanham com sorteios e algumas promoções.
Ultimamente tenho feito isso com muita dificuldade pois eu não tenho outra fonte de renda a não ser o meu emprego, se der certo o dinheiro ganho com os anúncios será todo empregado no nosso blog, para fazer o melhor para vocês !!!!
Espero que vocês entendam e que continuem voltando ao Biography Rock....
E fique atento que no mês de aniversário vem promoção por ai!!!!!

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Entrevista com a Banda Pastore

Fala galera, hoje eu venho trazer para vocês a nossa terceira entrevista to me sentindo o Jô Soares e a banda de hoje é a Pastore.
O papo foi longo, peço que leiam até o final e conheça mais sobre esse banda que é uma das melhores do nosso Heavy Metal !!!


Biography Rock  - Para começar conte-nos um pouco sobre o início da banda.

Mario Pastore - A banda  Pastore, que no início era um projeto solo, começou pra valer em 2007 comigo, Raphael Gazal na guitarra, Fabio Buitvidas na batera e Ricardo Ravache no baixo. O Ravache saiu da banda no começo de 2010 e o CD The Price For The Human Sins foi lançado em setembro do mesmo ano. Em 2011 o Aléxis Gallucci entrou na banda e lançamos o segundo albúm The End of Our Flames. 


Biography Rock  - Hoje em dia é difícil trabalhar com Heavy Metal no Brasil. Como vocês encaram essa dificuldade?

Mario Pastore - Estamos no país do axé, pagode, sertanejo, além do fato que o público brasileiro prestigia mais o importado.

Fabio Buitvidas - É tão difícil trabalhar com heavy metal  como em qualquer área. É  lenda  achar que é só montar uma dupla sertaneja  para que o mundo caia aos seus pés. Já toquei outros tipos de música, mainstream, e nada aconteceu. Somente no heavy metal é que consegui algo. O mercado é difícil para todos, mas ainda assim, o Heavy Metal tem uma grande vantagem pois é uma música que se sustenta, não é descartável. Quem ouve e gosta de uma banda hoje vai ouvir e gostar para sempre. No meio mainstream existe um hit que faz sucesso e depois fica velho e esquecido. Há algo curioso no público de heavy metal brasileiro; nos anos 80 dava-se muita importância às bandas nacionais, já nos anos 90 e 2000 parece que houve uma estagnação e o público passou a dar importância apenas ao que vinha de fora. Hoje vejo que está diferente, temos uma base de fãs no Brasil, que consome, vai ao shows, ouve as músicas como se estivesse ouvindo uma banda de fora. Vejo que isso acontece porque as bandas de hoje têm muito mais maturidade do que as de antigamente, tanto musical como administrativa. Concordo que axé, pagode e afins sejam os estilos musicais de maior aceitação aqui no Brasil, mas o heavy metal nunca foi mainstream, é musica de nicho, com fãs dedicados e leais, muito diferente dos estilos citados pelo Mário e é isso que faz a diferença, em nenhum lugar do mundo heavy metal é a musica digamos, "principal", mas há lugares onde ele é menos mal visto como na Finlândia. O problema não é o estilo de música, o problema é conseguir ser músico. Um baterista de pagode ganha uma mixaria e trabalha muito e assim como 98% dos músicos. Ainda assim é muito melhor ser músico de heavy metal pois você faz um trabalho autoral e tem um público fiel.
  


Biography Rock - Quais as principais influências da banda ?
  
Mario Pastore - Queensryche antigo, Iron, Judas Priest, Black Sabbath,Deep Purple.
  
Aléxis Gallucci - Helloween, Gamma Ray, X-Wild, Accept e Judas Priest

Fabio Buitvidas - 33 anos de música em linhas gerais. Tudo  acaba te influenciando, conscientemente ou não. Não ouço uma banda e tento copiá-la. O que toco sai com sinceridade e é fruto de anos ouvindo boa música; mas posso dizer que minhas bandas de cabeceira são Slayer, Tears for fears e Queensryche.

Biography Rock - Como é o processo de criação das músicas ?

Mario Pastore -  Geralmente o Rapha cria bases, eu formulo a maioria das linhas vocais e a banda toda contribui com ótimas ideias e letras.

Raphael Gazal - Na maioria das vezes eu pego a guitarra e fico tocando até sair um riff ou algum tema de guitarra que eu goste. Depois gravo esse riff ou tema no computador e trabalho em cima da ideia, coloco uma linha de bateria e vou construindo a música a partir disso. Depois eu mostro pra banda e eles dão sugestões e a gente faz ou não algumas alterações. Não costumo criar linhas vocais pois eu acho que o Mario criando,  a linha vocal fica mais adequada ao estilo de voz dele. Uma ideia ou outra de voz eu acabo sugerindo, mas eu prefiro que ele crie. Mas todo mundo tem liberdade para compôr.

Biography Rock - O último álbum da Banda Pastore também foi lançado no Japão ?

Mario Pastore - Foi lançado primeiro no japão pela Hydrant Music /EMI  e depois foi lançado aqui no Brasil.

Fabio Buitvidas - Os dois álbuns, The Price for The Human Sins e o novo The End of Our Flames, foram lançados no Japão pela Hydrant Music/EMI. Os japoneses foram os primeiros a apostarem em nosso trabalho,  o que nos possibilitou gravar este segundo álbum com a qualidade que esperávamos.





Biography Rock  - Como está sendo a aceitação do público japonês?
  
Mario Pastore - Temos muitos fãs no Japão e estamos muito contentes com isso.

Aléxis Gallucci -  Nós não temos uma real ideia de como o público encara a banda. Ao que tudo indica, parece que muito bem. Ficamos entre os quatorze  CDs mais vendidos no mês de agosto lá no Japão. Infelizmente  não temos muito contato com o pessoal de lá.

Fabio  Buitvidas - Excelente, assim como em todos os lugares que nossa música chega, seja por lançamento físico ou compartilhamento de arquivos.
 

Biography Rock - O álbum foi lançado em algum outro país ?
 

Mario Pastore
Mario Pastore -  O nosso segundo álbum será lançado no próximo mês,  no dia 12 de outubro,  na Europa e América do Norte pela Inner Wound Records.

Fabio Buitvidas - Esse lançamento é  mais uma conquista para a Pastore. É como uma escada, um degrau de cada vez...
  
Biography Rock - A banda tem planos para fazer alguma turnê por lá ?

Mario Pastore - Temos planos de tocar no Japão, mas precisamos de investidores.

Raphael Gazal - Nós temos planos sim, e também já rolaram algumas sondagens em relação a uma turnê fora do Brasil, mas como o Mario disse, falta investidor.

Aléxis Gallucci - Planos temos, mas uma turnê internacional envolve muitos fatores, mas já estamos estudando algumas coisas.

Fabio Buitvidas - Uma tour bem estruturada  custa muito dinheiro. O ideal seria primeiro fazer uma tour conjunta, abrindo para algum artista médio, mas isto também custa muito dinheiro e é praticamente a fundo perdido pois você tem que custear seus bilhetes, transporte, backline, alimentação, hospedagem...apenas quando você dá retorno financeiro suficiente é que um promotor se dispõem a bancar tudo. Desta forma somente faremos algo quando tivermos condição financeira e certeza de que estaremos tocando em bons lugares e que possamos atingir um público que ainda não nos conhece. O começo é assim.
 


Biography Rock -  E no Brasil, a aceitação do público tem sido positiva ?

Mario Pastore -  Muito positiva. Estamos vendendo bem e recebendo ótimas critícas.

Raphael Gazal - No Brasil nossos dois álbuns estão recebendo ótimas criticas. As pessoas  dizem que o The End  tem tudo para ser o melhor  álbum do ano . Talvez  pensem assim por que fazemos um som um pouco diferente do que as bandas brasileiras se propõem a fazer.

Aléxis Gallucci - Está sendo muito bem aceito. Até agora não vimos uma resenha com críticas duras, ou notas baixas. Sem contar o carinho do público quando fazemos shows. Fazemos questão de atender e falar com todo mundo que nos procura. Acredito que essa relação é muito importante.

Fabio Buitvidas - Da mesma forma que no exterior temos aceitação extremamente positiva.Na verdade mais importante que ser bem aceito fora do país é ser aceito aqui pois o público brasileiro é muito exigente e uma banda que não faz sucesso em seu próprio país não pode fazer fora dele.

Biography Rock - Deixem uma mensagem para os leitores do Biography Rock.

Mario Pastore - Obrigado a todos pela força! Comprem o The End of Our Flames e peçam shows  da Pastore em sua cidade.

Raphael Gazal - Agradeço  o espaço  ao Biography Rock e agradeço aos fãs da banda Pastore.
 
Aléxis Gallucci -  Muito obrigado pelo espaço e para quem não conhece a banda, dê uma ouvida, se gostar, indique a todos os amigos, se não gostar, indique para inimigos, sogras e políticos (risos)

Fabio Buitvidas - Temos um canal onde qualquer um de nossos amigos pode falar consoco quando e sobre o que quiser: http://www.facebook.com/pastoreband, e agradecemos a todos que têm nos ouvido e nos apoiado como a Biography Rock. Esperamos continuar fazendo bons álbuns por muito tempo.

Biography Rock - Mais uma vez eu agradeço a toda a banda por conceder essa entrevista e espero que a banda tenha o reconhecimento que merece, pois o trabalho de vocês é muito bom. Parabéns!
 

 














Links Relacionados:
Facebook: https://www.facebook.com/pastoreband
Reverbnation: http://www.reverbnation.com/pastoreband
Myspace: http://www.myspace.com/bandapastore
Twitter: http://twitter.com/Banda_Pastore

email oficial: pastoreband@gmail.com

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Marilyn Manson recebe carta de ameaça do assassino Charles Manson

Marilyn Manson recebeu uma estranha carta aberta do assassino em série Charles Manson, que inspirou o seu nome artistíco. Escrita da cela da prisão, onde se encontra desde 1969 cumprindo pena de prisão perpétua, a curiosa carta apresenta um tom ameaçador.

"Levou muito tempo para chegar aonde eu possa atingir M. Manson. Agora eu tenho uma proposta – veja a minha não lucrativa ATWA e dê a Manson o que acha que deve receber por Ar, Árvores, Água e você. Ou eu pagarei pelo que ele fez – a música que transformou Manson no Diabo de Abraxas, eu tenho CERTEZA que você vai querer um pouco daquilo que tenho para você. Isso está longe de ser equilibrado."

A carta continua no mesmo tom: "Está além de bom e mau, certo, errado. O que você não faz é o que eu farei - o que você cantou junto, deixou acontecer e disse ter me ajudado em vários pontos. Eu não preciso, não é necessário e nem quero. Jogando – jogar. Dançarinos fantasmas matam juntos e você apenas está no meu túmulo. "Corona-coronas-coronae" – você me viu do lado de baixo, com tudo sobre mim".

Vale lembrar o nome Marilyn Manson é uma combinação do nome da atriz Marilyn Monroe e de Charles Manson, o criminoso que foi condenado à prisão por ter planejado uma série de assassinatos em Los Angeles em 1969, incluindo o da atriz Sharon Tate, que estava grávida do marido, o cineasta Roman Polanski.


Veja a carta, que por sinal foi muito mal escrita !!!

Fonte

Avenged Sevenfold lança música para o jogo Call of Duty: Black Ops II

Avenged Sevenfold disponibilizou ontem (24/09) na internet, uma faixa inédita. "Carry On" é o nome da canção que integrará a trilha sonora do jogo Call of Duty: Black Ops II.

Este é a primeira faixa divulgada pela banda desde "Not Ready To Die", música que foi gravada em abril do ano passado para a trilha de outro jogo da mesma série, Call of Duty: Black Ops. Este também foi o primeiro lançamento com o novo baterista Arin Ilejay.

A banda continua seguindo o prometido e permanece de "férias" neste ano de 2012. No entanto, rumores indicam que o Avenged Sevenfold deverá entrar em breve no estúdio para trabalhar no sucessor de "Nightmare".


Amor pelo Rock estampado na pele parte 9


quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Metallica lidera enquete dos melhores discos de Heavy Metal

A Rolling Stone americana fez uma enquete para eleger os melhores discos de Heavy Metal de todos os tempos. Além de estar na primeira posição com o álbum "Master Of Puppets", de 1986, o Metallica ocupou mais 3 posições no ranking.

Clássicos como Black Sabbath, que ocupa duas posições, também entraram na lista. Iron Maiden, Slayer, Guns N' Roses e Led Zeppelin completam o resultado.

 


Confira a ordem:

1- Master Of Puppets - Metallica
2- Paranoid - Black Sabbath
3- Black Sabbath - Black Sabbath
4- The Number Of The Beast - Iron Maiden
5- …And Justice For All - Metallica
6- Reign In Blood - Slayer
7- Appetite For Destruction - Guns N’ Roses
8- Metallica - Metallica
9- Led Zeppelin II - Led Zeppelin
10- Ride The Lightning - Metallica

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Entrevista com a banda Innocence Lost

Fala galera do Biography Rock, hoje venho trazer para vocês uma entrevista com a banda Innocence Lost.


Formada em 2007 no Rio de Janeiro com  Mari  Torres no  Vocal, Juan  Carlos na Guitarra, Aloysio  Ventura nos  Teclados, Rodrigo  Tardin no Baixo e Heron  Matias na Bateria, a banda Innocence Lost está em atividade desde então e tem como proposta mesclar as influências diversas dos seus membros para criar um som único atual e progressivo sem perder as raízes do heavy metal, isso pode ser visto no seu primeiro EP "Human Reason".



Biography Rock: Primeiro eu quero agradecer a banda Innocence Lost por conceder essa entrevista para o nosso blog.

Aloysio: A gente é que agradece a oportunidade de estar batendo esse papo!

Biography Rock: Conte para os nossos leitores um pouco sobre a história da  banda.

Aloysio: A banda já tem alguns anos, somos todos amigos de longa data e ela começou da vontade de tocarmos juntos. Eu já tinha tocado em outras bandas com três dos outros quatro integrantes e tinha muita vontade de fazer algo autoral, com a mariana no vocal. a maioria das bandas começam tocando covers, nós já começamos compondo. passamos os primeiros anos sem definir um formato e com sonoridade um pouco confusa, de uns dois anos pra cá estamos mais concientes do que queremos para a banda, começamos a procurar mais eventos para tocar e pudemos produzir nosso primeiro trabalho, o EP.

Biography Rock: Quais as principais influências da banda ?

Aloysio: Curto muito bandas de prog metal como Symphony X, Queensryche, Dream Theater, alguma coisa de rock progressivo, principalmente Rush, mas também de Yes e nacionais como A Barca do Sol, Sagrado Coração da Terra... Também muita coisa de Metal Sinfônico como Nightwish e After Forever.

Biography Rock: Recentemente foi lançado o EP "Human Reason", como tem sido a aceitação do publico ?

Aloysio: Tenho achado bem interessante, o pessoal tá curtindo as músicas de forma heterogênea, alguns curtem as mais leves outros as mais trabalhadas e pesadas. Acho que o som da gente tem essa característica de agradar públicos diferentes.

Biography Rock: Como foi o processo de criação das músicas do "Human Reason" ?

Aloysio: A maioria saiu de jams com todos integrantes, algumas surgiram de riffs que o Juan, nosso guitarrista, ou o Rodrigo, nosso baixista, trazia e depois trabalhavamos, uma eu trouxe a idéia e a galera trabalhou em cima.

Biography Rock: Uma coisa que eu também gostei muito no "Humam Reason" foi a arte da capa, quem a criou?

Aloysio: Foi o Rafael Gabrio, ele trabalhou com toda a parte visual do Human Reason, menos o encarte adicional com as letras, que é da Isabela Sampaio



 Biography Rock: A voz da Mari Torres chama bastante atenção nas mudanças, hora canta de um jeito delicado e depois muda para um modo mais agressivo, qual é o segredo ?

Mari Torres: Quanto a voz, procurei estudar bastante respiração, este é o segredo, procuro sempre manter a minha respiração de forma controlada, para conseguir executar as músicas mais agressivas e mais contínuas, é necessário uma boa noção de apoio, controlando isso, você consegue passear por diversas linhas harmônicas e passar de uma linha mais pesada a uma mais 'delicada' como você disse.

Biography Rock: Tenho visto alguns flyers pela internet de shows do Innocence Lost aqui no Rio de Janeiro, vocês planejam fazer shows em outros estados ?

Aloysio:A princípio estamos querendo divulgar bastante o nome da banda no Rio de Janeiro e evitar deslocamentos longos para eventos pequenos. Por enquanto estamos pelo Rio e interior do Rio.

Biography Rock: Vocês acham que o espaço para bandas autorais no Rio de Janeiro é desfavorecido por causa dos muitos shows de bandas covers que acontece por aqui ?

Aloysio: Acredito que cada tipo de banda tem seu público. Os espaços existem, o que falta muita das vezes é o público comparecer. Tem muita gente por aí com vontade de organizar eventos legais, com infraestrutura e organização de qualidade. O problema é que sem público, num rola grana, e esse tipo de evento precisa de muita grana pra ser bem produzido.

Mari Torres: Eu acho que a galera sempre teve medo do que é novo, mas ultimamente as próprias bandas tem feito os seus eventos, as bandas se unem e organizam elas mesmas, e com isso arrumando o seu próprio espaço, é algo que tem acontecido muito, mas nada comparado ao público que comparece em eventos covers, mas a iniciativa delas é de dar a cara a tapa mesmo e subir pra tocar!

Biography Rock: Espero que a banda tenha o reconhecimento que merece, pois o trabalho de vocês é excelente e é de bandas assim que o brasil precisa ..  Parabéns ..

Aloysio: Obrigado pela força! A gente está tentando sempre dar o máximo de nós na composição e execução das músicas. Ficamos muito felizes por esse feedback positivo! Muito obrigado mesmo!!

Mari Torres: Agradecemos demais pela oportunidade da entrevista e desejamos também vida longa ao Blog!



As páginas da Innocence Lost são:

http://www.oinovosom.com.br/innocencelost
https://www.facebook.com/InnocenceLostBr
http://www.myspace.com/innocencelostbrasil
http://www.reverbnation.com/innocencelostbr
https://twitter.com/#!/InnocenceLostBr
http://www.youtube.com/user/InnocenceLostrj/videos

Vocalista do Offspring diz que a banda viria no brasil esse ano

Em entrevista à revista Rolling Stone brasileira, Dexter Holland, vocalista do Offspring abordou diversos assuntos e, entre eles, uma suposta vinda ao Brasil.

"Nós estávamos falando com o pessoal daí para tentarmos voltar em um festival em Novembro, mas ele não vai mais acontecer. Eu não sei exatamente o que houve, mas é isso", disse Dexter.

Suspeita-se que o festival em questão seria o SWU, que era esperado para este ano, no mês de novembro. Devido à diversos problemas na organização e ausência de confirmações, a probabilidade é que o evento só aconteça em 2013.

Grandes nomes do rock prestam tributo ao The Who em CD

Um disco tributo ao The Who será lançado no dia 2 de outubro, no Reino Unido. Além de artistas/bandas tocarem as músicas do grupo, algumas faixas foram gravadas por grupos formados especialmente para a ocasião. Assim, há a participação de nomes como Iggy Pop e The Raveonettes, e músicas gravadas por Ted Turner (Wishbone Ash) + Ian Paice (Deep Purple), e Peter Noone (Herman’s Hermits) + Peter Banks (Yes) + Ginger Baker (Cream). Ao todo, “Who Are You - An All Star Tribute to The Who” tem 16 faixas, veja:

1- Eminence Front – John Wetton (Asia) + KK Downing (Judas Priest) + Derek Sherinian (Black Country Communion)
2- Baba O’Riley – Nektar + Jerry Goodman (Mahavishnu Orchestra)
3- I Can See for Miles – Mark Lindsay (Paul Revere and the Raiders) + Wayne Kramer (MC5)
4- Love Reign O’er Me – Joe Elliott (Def Leppard) + Rick Wakeman + Huw Lloyd-Langton (Hawkwind) + Carmine Appice (Vanilla Fudge)
5- My Generation – Knox (Vibrators) + Dave Davies (Kinks) + Rat Scabies (Damned)
6- The Kids are Alright – The Raveonettes
7- Won’t Get Fooled Again – Sweet
8- Anyway Anyhow Anywhere – Todd Rundgren + Carmine Appice
9- I Can’t Explain – Iggy Pop
10- Behind Blue Eyes – Pat Travers
11- Magic Bus – Peter Noone (Herman’s Hermits) + Peter Banks (Yes) + Ginger Baker (Cream)
12- Who Are You – Gretchen Wilson + Randy Bachman (Bachman-Turner Overdrive)
13- Pinball Wizard – Terry Reid + Mike Pinera (Blues Image) + Brad Gillis (Night Ranger)
14- Squeeze Box – John Wesley (Porcupine Tree) + David Cross (King Crimson)
15- Bargain – 38 Special + Ted Turner (Wishbone Ash) + Ian Paice (Deep Purple)
16- The Seeker – Joe Lynn Turner + Leslie West (Mountain)


Fonte

Soundgarden divulga capa de King Animal

O Soundgarden acaba de divulgar a capa de King Animal, primeiro álbum da banda desde 1996, que tem previsão de chegar às lojas no dia 13 de novembro. Além da capa, o grupo também liberou uma prévia do novo trabalho.

King Animal é o primeiro álbum desde a reunião oficial do quarteto, em 2010. A banda se separou em 1997, alegando diferenças pessoais e musicais entre os integrantes, mas tudo parece bem entre Chris Cornell, Kim Thayil, Ben Sheperd e Matt Cameron ultimamente.

No primeiro semestre deste ano, a banda liberou Live To Rise, faixa exclusiva da trilha sonora do filme Os Vingadores - e primeiro lançamento oficial do grupo desde o retorno. Segundo Cornell, no entanto, a música não faz parte de King Animal.



Veja a prévia de King Animal:







Fonte

Megadeth lança box de 20 anos de "Countdown To Extinction"

O álbum mais vendido da carreira do Megadeth ganhará uma edição especial de 20 anos. Countdown to Extintion (1992), quinto trabalho do grupo, retornará às lojas em 6 de novembro em um luxuoso  box com 2 CDs, repleto por itens especiais para os colecionadores.

O primeiro disco traz o álbum original, enquanto o segundo vem com um show realizado no Cow Palace, em San Francisco, em dezembro de 1992. Várias das faixas desse show já foram lançadas como b-sides de singles ao longo dos anos, mas agora será a primeira vez que a apresentação completa será disponibilizada de forma oficial.

Acompanham o pacote um livro com textos escritos pelo jornalista Kory Grow, um poster no formato 24x36 e quatro cards com fotos dos músicos - Dave Mustaine, Marty Friedman, Dave Ellefson e Nick Menza.

Em 2010, o Megadeth fez uma turnê mundial com a íntegra do álbum “Rust In Peace”, que também passou pelo Brasil. Abaixo, a lista das músicas que estão no CD:

CD1
1- Skin O’ My Teeth
2- Symphony Of Destruction
3- Architecture Of Aggression
4- Foreclosure Of A Dream
5- Sweating Bullets
6- This Was My Life
7- Countdown To Extinction
8- High Speed Dirt
9- Psychotron
10- Captive Honour
11- Ashes In Your Mouth

CD2 - Live At Cow Palace, 1992
1- Intro
2. Holy Wars…The Punishment Due
3- Skin O’ My Teeth
4- Wake Up Dead
5- Hangar 18
6- Countdown To Extinction
7- Foreclosure Of A Dream
8- This Was My Life
9- Lucretia
10- Sweating Bullets
11- In My Darkest Hour
12- The Conjuring
13- Tornado
14- Ashes In Your Mouth
15- Symphony Of Destruction
16- Peace Sells
17- Anarchy In the UK


Fonte

Produtora divulga valores dos ingressos para o show do Creed

Após o Creed divulgar as datas das apresentações no país em seu site oficial, a Time for Fun informou nesta segunda (17/09) o esquema de vendas e valores dos ingressos. Para os shows do Rio de Janeiro e São Paulo haverá pré-venda para clientes que possuem cartões Citi, Credicard e Diners entre os dias 20 e 26 deste mês. O grande público poderá comprar os ingressos a partir do dia 27. Os valores variam entre R$150 e R$300, no Rio, e R$80 e R$350, em São Paulo.

Já em Belo  Horizonte e Porto Alegre não háverá pré-venda e os ingressos vão começar a ser vendidos no próximo dia 20. Os preços variam de R$160 a R$250 e de R$100 a R$200, respectivamente. Haverá opções de meia-entrada em todos os locais, exceto em Porto Alegre (estudante tem desconto de 20 % e idoso de 50%).

O grupo vai tocar no dia 19 de novembro em Belo Horizonte, no Chevrolet Hall; dia 22, no Rio de Janeiro, no Citibank Hall; dia 25, em São Paulo, no Credicard Hall e dia 26 de novembro, em Porto Alegre, no Pepsi On Stage.

Após o término da banda, o retorno aconteceu em 2009 que contou com o lançamento do álbum "Full Circle", no mesmo ano. O grupo é dono de algumas músicas que fizeram bastante sucesso como "With Arms Wide Open", "My Sacrifice", "Don't Stop Dancing", e "One Last Breath".

Belo Horizonte
Chevrolet Hall: Av. Nossa Senhora do Carmo, 230 – Savassi
Dia 19/11, segunda, 21h
Preços: R$ 160 (Pista 1º Lote), R$ 180 (Pista 2º Lote), R$ 200 (Pista 3º Lote) ou R$ 250 (Pista 4º Lote)
Bilheteria Oficial: Chevrolet Hall – Av. Nossa Senhora do Carmo, 230 – Savassi. De segunda a sábado, das 12h às 20h ou aos domingos e feriados, das 14h às 20h.
Informações e vendas: 4003-5588 ou www.ticketsforfun.com.br

Rio de Janeiro
Citibank Hall: Av. Ayrton Senna, 3000 – Shopping Via Parque – Barra da Tijuca
Dia 22/11, quinta, 21h30
Preços: R$ 150 (Camarotes), R$ 250 (Poltronas), R$ 300 (Pista Premium) ou R$ 150 (Pista)
Bilheteria Oficial: Citibank Hall: Av. Ayrton Senna, 3000 – Shopping Via Parque, diariamente, das 12h às 20h
Informações e vendas: 4003-5588 ou www.ticketsforfun.com.br

São Paulo
Credicard Hall: Av. das Nações Unidas, 17.981 – Santo Amaro
Dia 25/11, domingo, 20h
Preços: R$ 350 (Camarote I), R$ 300 (Camarote II), R$ 320 (Pista Premium), R$ 160 (Pista), R$ 120 (Plateia Superior I), R$ 100 (Plateia Superior II), R$ 90 (Plateia Superior III) ou R$ 80 (Plateia Superior Visão Parcial)
Bilheteria Oficial: Credicard Hall: Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro, diariamente, das 12h às 20h
Informações e vendas: 4003-5588 ou www.ticketsforfun.com.br

Porto Alegre
Pepsi on Stage: Av. Severo Dulius, 1995
Dia 26/11, segunda, 21h30
Preços: R$ 100 (Pista 1º lote), R$ 110 (Pista 2º lote), R$ 120 (Pista 3º lote), R$ 130 (Pista 4º lote) ou R$ 200 (Mezanino)
Bilheteria Oficial: Multisom: Rua dos Andradas, 1001 – Centro, de segunda a sexta, das 11h às 19h; sábado, das 9h às 17h, domingos e feriados, fechado
Informações e vendas: 4003-5588 ou www.ticketsforfun.com.br


Fonte

domingo, 16 de setembro de 2012

Capas para a Timeline do Facebook #2

O Biography Rock vem trazer para vocês a segunda seleção das melhores capas para timeline do Facebook com bandas de Rock.
Para usar clique na foto escolhida para ela ampliar, salve no computador e depois é só trocar lá no seu perfil \o/ ....
Se você perdeu a primeira parte clique aqui !!!
 
 

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

Innocence Lost lança EP "Human Reason"



A banda carioca Innocence Lost lançou seu primeiro EP intitulado "Human Reason".
Com cinco faixas o EP trás um som único com uma mistura de progressivo e heavy metal.

Confira a faixa "Human Reason"


Você pode adiqurir o "Human Reason" pelas redes socias ou diretamente com a banda em alguns dos seus shows pelo Rio de Janeiro.

Ep  “Human  Reason”  -   Tracklist:
 

Nameles  Hunter
Innocence  Silence
Human  Reason
 Falling  Down
Burning  Empire

Innocence  Lost  -  Formação:
 

Mari  Torres  -  Vocal
Juan  Carlos  -  Guitarra
Aloysio  Ventura  -  Teclados
Rodrigo  Tardin  -  Baixo
Heron  Matias  -  Bateria


Próximos shows do Innocence Lost:

Sábado, dia 29 de setembro, no Clube Umuarama – Rua 43, nº 155, Volta Redonda (RJ)
Horário: 17h

Domingo, dia 21 de outubro, no Nallas Bar, Rua Robert Schuman (antiga Rua 17), Jardim América
Horário: 20h
Informações: 3346-3414 ou 9450-6048

Domingo, dia 28 de outubro, no Calabouço Heavy Bar – Rua Felipe Camarão, 130, Vila Isabel.
Horário: 19h


Contatos Innocence Lost:

http://www.oinovosom.com.br/innocencelost

https://www.facebook.com/InnocenceLostBr
 

http://www.myspace.com/innocencelostbrasil
 

http://www.reverbnation.com/innocencelostbr
 

https://twitter.com/#!/InnocenceLostBr
 

http://www.youtube.com/user/InnocenceLostrj/videos




quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Foo Fighters se apresenta no lançamento do iPhone 5

O Foo Fighters se apresentou na quarta-feira (12/09) no lançamento do novo aparelho da Apple, o iPhone 5. O grupo de Dave Grohl subiu ao palco e tocou "Times Like These" em versão acústica.

Segundo o jornal britânico "The Guardian", Dave ainda comentou sobre a oportunidade de tocar no evento: “Uma das coisas incríveis em estar aqui é que você está conhecendo gente que está modelando nosso futuro”.

Confira o vídeo da apresentação


terça-feira, 11 de setembro de 2012

Rock do capeta


Bíblia de Elvis Presley é arrematada por R$ 191 mil em leilão


Uma Bíblia que pertenceu ao cantor Elvis Presley foi leiloada por 59 mil libras (aproximadamente R$ 191 mil) na cidade de Stockport, na Inglaterra, neste sábado (8). O comprador foi um americano que reside no Reino Unido e que preferiu não ser identificado. As informações são da BBC.
O item com capa de couro e detalhes em ouro tem 1.600 páginas com anotações e pensamentos feitos à mão por Presley, e foi um presente dado pelos tios do músico no Natal de 1957. Já uma cueca suja de Elvis não conseguiu alcançar o valor mínimo de 7 mil libras e falhou na tentativa de ser leiloada.
Os mais de 100 pertences disponibilizados no leilão tinham como dono um colecionador britânico de itens do cantor Elvis Presley. Ele colocou um quarto de sua coleção à venda.

Fonte

Kiss & Mötley Crüe: datas da turnê ‘desaparecem’ de site

As datas da turnê que Kiss e Mötley Crüe fazem juntos pelo Brasil, em novembro, foram retiradas do site do baixista Gene Simmons. O site publicou, na tarde desta segunda (10/9), que os shows estariam confirmados em Porto Alegre, no dia 14, no Estacionamento da Fiergs; dia 16, no Rio, na HSBC Arena; e dia 17, em São Paulo, no Anhembi. Provavelmente o vazamento antecipou o anúncio oficial das datas, que certamente irá acontecer. Kiss e Mötley Crüe estão em turnê juntos pelos Estados Unidos desde o início de julho.

Fonte

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Maestrick representa o Brasil no Prog Fest no Perú


O Festival mais importante de rock progressivo peruano está de volta.

O PROG FEST II acontece nos dias 11 e 12 de outubro na capital do país, Lima.
O evento contará com as melhores bandas peruanas e bandas estrangeiras convidadas.

Bandas confirmadas até o momento: Maestrick (Brasil), Opus 3 (Chile), Aurea Hybride (Mexico), Crisalida (Chile) e as bandas peruanas: Fragil, Flor de Loto, GX, Inner Confusion, Circo Al Eden, Eter-K, Supay, Fitzcarraldo, Tabla Espacial, Cholo Visceral, Locomotora, Asimov e Macondo.
A banda brasileira Maestrick formada por Fabio Caldeira (vocal e piano), Renato "Montanha" Somera (baixo), Paulo Pacheco (guitarra) e Heitor Matos (bateria) é a única representante do Brasil no evento.

O guitarrista do grupo falou sobre a participação do quarteto no evento:
"Não existe no mundo sensação melhor do que estar entre amigos, como uma familia que somos, cada um dando o melhor de si, e crescendo juntos. Essa será nossa primeira apresentação no exterior, é uma experiência nova para todos nós. Será maravilhoso, inesquecível e estamos muito felizes com essa oportunidade de mostrar nosso trabalho, nossa música, podendo representar nosso país além de suas fronteiras. E isso é só o começo..." comentou Paulo Pacheco.


Fonte