Receba as atualizações do blog em seu Email

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Conhecendo a música #1 Stairway to Heaven

 

"Stairway to Heaven" é uma canção famosa da banda inglesa de rock Led Zeppelin. Composta pelo guitarrista Jimmy Page e pelo vocalista Robert Plant para o quarto álbum de estúdio da banda, Led Zeppelin IV. Está listada na posição 31 das 500 melhores músicas da história da revista Rolling Stone. Em 2000 ficou em 3º lugar na lista das "100 melhores canções de rock" feita pela VH1. É a canção mais requisitada nas estáções de rádio FM dos Estados Unidos, apesar de nunca ter sido lançada com single por lá. Em novembro de 2007, atráves de vendas por download para promover o lançamento do disco Mothership a canção alcançou a 37ª posição nas paradas da UK Singles. Foi eleito o melhor solo de guitarra de todos os tempos pela Guitar World.

Composição e lançamento

A gravação de "Stairway to Heaven" começou a ser desenvolvida em dezembro de 1970 no estúdio Basing Street da Island Records em Londres. A canção foi completada em 1971 quando Plant compôs a letra durante as gravações para Led Zeppelin IV em no estúdio Headley Grange em Hampshire. Page então voltou para os estúdios da Island para gravar seu solo de guitarra.

A letra da música veio em um dia, em que o Robert Plant estava jantando, e a letra simplesmente veio em sua cabeça. Ele interrompeu seu jantar para escrevê-la. Os instrumentais da canção foram escritos por Page "por um longo período, a primeira parte veio quando esteve em "Bron-Yr-Aur" (uma residência em Gwynedd, País de Gales) uma noite". Page sempre carregava um gravador de fita cassete, e a idéia para "Stairway" veio de partes da música gravada na fita. A principal melodia de guitarra é similar ao da canção "Taurus" da banda Spirit, cujos integrantes eram conhecidos do Led Zeppelin no começo de sua carreira. Esta música apesar de ter 8 minutos, quebrou todos os recordes quando foi lançada, pois rádio nenhuma tocava músicas grandes assim, exceção feita aos Beatles em 1968, com Hey Jude.

Música

A música consiste de várias seções distintas, começando com uma introdução suave com um violão de 6 cordas dedilhado e três flautas em estilo renascentista. (terminando aos 2:15) e gradualmente passando a uma seção intermediária elétrica lenta (2:16-5:33), antes da seção final mais rápida, ao estilo hard rock (5:34 até o fim). Page afirmou que a música “acelera como num fluxo de adrenalina”.

Composta em A menor, a música abre com uma progressão de cordas dedilhadas no violão em arpejo com uma linha de baixo descendente cromática A-G#-G-F#-F. John Paul Jones contribuiu com as flautas de madeira em overdub na seção de abertura (ele usou um Mellotron e depois um Yamaha CP70B Grand Piano e um Yamaha GX1 para sintetizar esse arranjo em performances ao vivo) e um piano elétrico Hohner Electra-Piano na seção intermediária.

As seções vão se desenvolvendo com mais camadas de guitarras, cada uma complementar à introdução, e com a bateria e o baixo entrando aos 4:18. Durante o interlúdio antes do início do solo de guitarra, o compasso se alterna entre o compasso comum e vários outros compassos: 3/4, 5/4 e finalmente 7/8. O solo estendido de Jimmy Page na seção final da música foi tocado na gravação com uma Fender Telecaster 1958 (instrumento que ele usou muito quando estava nos Yardbirds) plugada num amplificador Supro mas, numa entrevista concedida por ele à revista Guitar World, Page afirmou que “Poderia ter sido um Marshall, mas não me lembro”. Três diferentes solos improvisados foram gravados e Page sofreu para decidir qual deles manter. Page depois revelou que “Eu já tinha a primeira frase pronta e depois havia a frase de ligação. Eu ensaiei com eles antes da fita rolar”. As outras partes de guitarra foram tocadas com um violão Harmony Sovereign H1260 e com uma Fender Electric XII (12 cordas), que podem ser ouvidos nos canais de gravação esquerdo e direito, respectivamente. Ao vivo, Page usava uma guitarra Heritage Cherry Gibson EDS-1275 6/12 “doubleneck”. A progressão final é uma progressão i-VII-VI (menor natural) progression (Am-G-F), muito usada no Rock.

Fonte: Wikipédia

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Venda de ingressos para o Lollapalooza Brasil começa na segunda-feira

 


Os ingressos para o Lollapalooza Brasil serão vendidos a partir da próxima segunda-feira, dia 5 de dezembro. Pela internet, os rockeiros poderão comprar no site oficial do festival de 00h01 em diante. Já os que optarem por comprar nos locais "físicos", poderão adquiri-los a partir das 10h.

O LollaPass, que equivale à entrada nos dois dias da festa (em 7 e 8 de Abril de 2012) custará R$500,00 e não terá o desconto de 50% correspondente à meia-entrada, diferentemente do que aconteceu na pré-venda. Já os ingressos LollaDay 7ABR e LollaDay 8ABR, que dão direito à entrada em um ou outro dia do evento, custarão R$300,00 cada, com direito a meia entrada (R$150,00).

Veja abaixo os pontos de venda "físicos":

São Paulo
Bilheteria Oficial (10h ás 20h, de de segunda à segunda):
Jockey Club de São Paulo: Av. Lineu de Paula Machado, 1263
Estádio do Morumbi (Bilheteria 3)
Estádio Palestra Itália (Bilheteria Turiassu)

Rio de Janeiro
General Severiano: Av. Venceslau Bras, 72
Estádio do Engenhão (Bilheteria Norte)

Florianópolis
Estádio Orlando Scarpelli (Bilheteria C)

Recife
Estádio da Ilha do Retiro (Bilheteria dos Sócios)

Imagens raras #1 Guns N' Roses

A partir de hoje irei postar semanalmente fotos raras das melhores bandas de rock do mundo e irei começar por uma banda que foi muito polêmica (e ainda é com os enormes atrasos até subir ao palco) mais mesmo assim foi muito amada e até hoje arrasta milhares de fãs aos seus shows.

Guns N' Roses













Todas as imagens postadas aqui foram retiradas da internet  e desconheço os seus autores.
Sendo encontrada sua autoria darei os devidos créditos ou posso retirar a imagem, caso seus donos queiram. Por favor, alguma queixa entre em contato biographyrock2011@gmail.com.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Blink 182 lança videoclipe da canção Wishing Well


O Blink-182 lançou um novo clipe: “Wishing Well”, faixa do seu último disco, o Neighborhoods. Falando nisso, o novo trabalho da banda mostra um grupo amadurecido, com letras mais relevantes e sérias.

A música te deixa “triste e feliz ao mesmo tempo” com Tom Delonge fazendo um leve auto-plágio de seus “lalala da da ra da da” também cantados em “Story Of A Lonely Guy” do disco Take Off Your Pants And Jacket, segundo Tony Aiex.

Confira o clip de Wishing Well:
 



Fonte: Universo do Rock

Os artistas mais odiados do rock

Algumas bandas lotam arenas e vendem milhões de discos, mas nem por isso estão livres de serem odiadas. O Site Spinner.com elegeu os artistas que, apesar de admirados, por algum motivo despertam a ira de muita gente. Veja abaixo alguns nomes citados e as razões. Para ver a lista completa, acesse o site da Spinner.com.

Nickelback:

Nenhum grupo anda despertando tanta repulsa na cena musical. Depois de uma petição online de torcedores de um time de futebol pedindo que eles não se apresentassem no intervalo dos jogos, foi criado um aplicativo que remove todas as menções ao grupo em sites na internet. A banda está levando tudo na esportiva, e até gravou um vídeo simulando um encontro com o empresário para achar uma maneira de agradar os torcedores do time de Detroit.

Coldplay:

Já vendeu mais de 50 milhões de discos, tem uma série de imitadores como o Snowpatrol, mas o bom mocismo do vocalista Chris Martin chega a ser irritante. Pai de família exemplar, vegetariano e praticante de ioga, Martin é defensor do comércio justo entre as nações e militante da ONG Oxfam Make Trade Fair. Para piorar, um estudo experimental recente indica que fãs do grupo tem menos propensão de fazer sexo no primeiro encontro. Nada animador não?

Creed:

A banda foi responsável por manter o som pós-grunge nas paradas quando o hip-hop tomava conta. Mas o discurso “não somos uma banda religiosa” começou a incomodar quando os clips foram inundados por imagens religiosas. Os vícios do vocalista Scott Stapp começaram a atrapalhar a performance da banda, que foi processada pelos próprios fãs por que os shows estavam muito ruins.

The Eagles:

Compôs o grande hit “Hotel California”, que é conhecido em todo o mundo e já ganhou versão até do ícone da jovem guarda Ovelha, transformado na pérola “Morar com Você na California”, mas chegou ao extremo da ganância ao estipular o valor dos ingressos de seus shows “no limite do que o mercado suporta” e cobra cerca de 1000 libras dos fãs que desejam cantar a música com o grupo.

Insane Clown Posse:

As vendagens de CDS são modestas comparadas a outros nomes do hip hop, mas o grupo criou algo muito maior: sua própria sociedade. Um exército de fãs com a cara pintada de palhaço, conhecidos como “juggalos”, anualmente fazem uma verdadeira peregrinação rumo a um acampamento no centro-oeste dos EUA, onde eles consomem drogas, cometem assassinatos e assistem luta livre. Recentemente, o grupo foi considerado uma ameaça pelo FBI, por apresentar comportamento de gangue. Eles preferem ser chamados de “família”. Mas essa não é o mesmo termo que a máfia gosta de ser chamada?

Limp Bizkit:

Para o bem ou para o mal, é responsável pela popularização do rap-metal. O vocalista Fred Durst e seu indefectível boné vermelho espalharam uma verdadeira onda de ódio pelo mundo, com seus 50 milhões de discos vendidos. No Woodstock de 99, foram considerados responsáveis por uma onda de estupros, assaltos, incêndio e caos geral, que deixou o festival literalmente pegando fogo. No festival Big Day Out de 2001, uma jovem de 15 anos foi esmagada durante o show do grupo. Durst já se envolveu em várias polêmicas, chamando os fãs do SLIPKNOT de “típicos garotos gordos e feios” e certa vez disse sobre Trent Reznor, vocalista do NINE INCH NAILS, em um show: “Alguém aqui duvida que ele deveria chupar meu pau?”

Metallica:

Os pais do thrash metal chegaram a um patamar nunca alcançado por uma banda de heavy metal e se tornaram um grande nome da indústria pop. Mas uma série de fatores desgastaram a imagem da banda ao longo dos anos: a briga com o Napster devido aos downloads ilegais, o documentário “Some Kind of Monster” onde o grupo expôs suas fragilidades e lavou a roupa suja de anos na frente de todos promovendo um verdadeiro chororô com Dave Mustaine. Recentemente, a parceria “agua e óleo” do grupo com Lou Reed não foi bem recebida pelos fãs, mas o grupo insiste em dizer que foi algo incrível.

Concorda?? Discorda?? Deixe seu comentário !!!!!


Fonte:Whiplash.net
Post original(inglês): spinner.com

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Site cria lista dos 10 artistas do rock que você deve seguir no twitter

O site da fabricante de guitarras Gibson elegeu os 10 artistas mais influentes no twitter. A empresa criou um Top10 de quem você precisa seguir no microblog. Entre eles, encontram-se o baixista Flea, do Red Hot Chili Peppers, Billy Corgan do Smashing Pumpkins e Fred Durst, do Limp Bizkit.

1. Nikki Sixx (@NikkiSixx) (+220.000 de seguidores)
2. Mike Portnoy (@MikePortnoy) (+110.000 de seguidores)
3. Tommy Lee (@MrTommyLand) (+165 mil de seguidores)
4. Slash (@Slash) (+1 milhão de seguidores)
5. Flea (@Flea333) (+285 mil de seguidores)
6. Billy Corgan (@Billy) (+120 mil de seguidores)
7. Tom Morello (@TMorello) (+122 mil de seguidores )
8. Mark Hoppus (@MarkHoppus) (+1,9 milhões de seguidores)
9. Fred Durst (@FredDurst) (+1,5 milhões de seguidores)
10. DJ Ashba (@DjASHBA) (+63.000 de seguidores)

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Curiosidades sobre Freddie Mercury

  • Freddie Mercury não sabia guiar automóveis.
  • Freddie tinha uma paixão peculiar por gatos. Essa paixão era tão exagerada que, durante o intervalo de gravações do álbum Innuendo, ele apresentou uma música em homenagem a sua gata, Delilah. O problema é que o baterista, Roger Taylor, não gostou da música e saiu do estúdio, só voltando no dia seguinte. Mesmo assim, a música homônima ao felino foi gravada.
 

  • Seu maior sonho, musicalmente falando, era cantar ao lado de Montserrat Caballé, realizando-o em 1988, com o álbum Barcelona.
  • No anime chamado Cromartie High School, há um personagem chamado Freddie, uma paródia do vocalista da banda Queen.
  • Freddie também aparece no anime e no mangá Beck - Mongolian Chop Squad, em sonhos tidos pelos protagonistas dos mesmos.
  • Freddie nunca se casou com Mary Austin, foram apenas namorados. Mesmo depois de terminarem, continuaram grandes amigos. Grande parte de sua herança foi destinada a ela.
  • Morreu no mesmo dia que o baterista da banda Kiss, Eric Carr.
  • Diz uma "lenda" que o Queen jamais viajava junto, de avião. Os quatro integrantes viajavam de dois em dois em aviões separados, pois, se o avião caísse, a banda poderia continuar com os outros dois integrantes.
  • John Deacon, baixista da banda, era muito próximo a Freddie, tendo dividido várias composições de sucesso com o cantor. Em homenagem ao amigo decidiu se retirar do mundo da música após o final do Queen.
  • Sua bebida preferida era champagne.
  • Era grande admirador de John Lennon.
  • Fã declarado de Freddie, Akira Toriyama, o criador do anime Dragon Ball, fez o professor de baseball de Gohan em homenagem a Freddie.
  • Em 05 de Setembro de 2011, o website de busca, Google, homenageou o cantor. Na página, existe um doodle musical, que executa a "Don't Stop Me Now", grande sucesso da sua carreira.
Fonte: Wikipédia

Biografia Freddie Mercury (Especial 20 anos de sua morte)

Hoje faz 20 que o rock perdeu um grande artista Freddie Mercury, nome artístico de Farrokh Bulsara (Stone Town, 5 de setembro de 1946 — Londres, 24 de novembro de 1991), foi o vocalista da banda de rock britânica Queen. É considerado pelos críticos e por diversas votações populares um dos melhores cantores de todos os tempos e uma das vozes mais conhecidas do mundo.

Freddie Mercury nasceu na localidade da Cidade de Pedra, em Zanzibar, à época colônia britânica e hoje pertencente à Tanzânia, na África Oriental. Seus pais, Bomi e Jer Bulsara, eram parsis zoroastrianos de Guzerate, na Índia. Mercury foi educado na St. Peter Boarding School, uma escola inglesa perto de Bombaim, onde deu seus primeiros passos no âmbito da canção, ao ter aulas de piano. Foi na escola que ele começou a ser chamado "Freddie" e, com o tempo, até os seus pais passaram a chamá-lo assim.
Depois de se formar em sua terra natal, Freddie e sua família mudaram-se em 1964 para a Inglaterra, devido a uma revolução iniciada em Zanzibar. Ele tinha dezoito anos. Lá diplomou-se em design gráfico e artístico na Ealing Art College, seguindo os passos de Pete Townshend. Esse conhecimento mostrar-se-ia útil depois, quando Freddie projetou o famoso símbolo da banda.
Algo que poucos fãs sabem é que, na escola de artes em que se bacharelou, Freddie era conhecido como um aluno exemplar e muito quieto. Tinha uma personalidade bastante introspectiva. Concluiu os exames finais do curso com conceito A. Possui uma série de trabalhos em arte visual, hoje disponíveis em alguns sites na Internet.
Na faculdade, ele conheceu o baixista Tim Staffell. Tim tinha uma banda na faculdade chamada Smile, que tinha Brian May como guitarrista e Roger Taylor como baterista, e levou Freddie para participar dos ensaios.
Em abril de 1970, Tim deixa o grupo e Freddie acaba ficando como vocalista da banda, que passa a se chamar Queen. Freddie decide colocar Mercury no nome. Ainda em 1970, ele conheceu Mary Austin, sua namorada, com quem viveu por cinco anos. Foi com ela que assumiu ser bissexual. Os dois, mesmo separados, mantiveram forte laço de amizade até o fim de sua vida. De acordo com declaração do cantor e de seus companheiros de banda, Mary inspirou Freddie na música "Love of My Life".
No visual de Freddie Mercury, há uma mudança que não deixa de ser notada: se, na era Glam dos anos 1970, o cabelo comprido, o delineador preto, as unhas pintadas , os maillots de bailado e o sapato de salto alto eram moda, estes iriam dar lugar a uma postura mais "macho": cabedal preto, chapéu de polícia, cabelo curto e, meses mais tarde, bigode: essa seria a sua imagem de marca na década de 1980. Nessa época, seus amigos descobriram sua bissexualidade, pois ele passou a levar rapazes e algumas garotas para dormir em seu quarto.

Mercury compôs muitos dos sucessos da banda, como "Bohemian Rhapsody", "Somebody to Love", "Love of My Life" e "We Are the Champions" - hinos eloquentes e de estruturação extraordinária, particulares e sempiternos. Suas exibições ao vivo eram lendárias. A facilidade com que Freddie dominava as multidões e os seus improvisos vocais, envolvendo o público no show, tornaram as suas turnês um enorme sucesso na década de 1970, enchendo estádios de todo o mundo nos anos 80.
Freddie Mercury lançou dois discos-solo, aclamados pela crítica e pelo público.
Em 1991, após ficar muito doente, surgiam rumores de que estaria com AIDS, o que se confirmou afinal, através de uma declaração feita por ele mesmo em 23 de novembro, um dia antes de morrer.
Freddie Mercury faleceu na noite de 24 de novembro de 1991, em sua casa, chamada Garden Lodge. Sua morte causou repercussão e tristeza em todo o mundo. Sua casa foi passada por testamento à ex-namorada, Mary Austin, que recebeu muitos buquês de flores na época e continua a recebê-los até hoje.
O corpo de Freddie Mercury foi cremado e suas cinzas foram espalhadas na margem do Lago Genebra na Suíça.
Em 25 de novembro de 1992, foi inaugurada uma estátua em sua homenagem, com a presença de Brian May, Roger Taylor, da cantora Montserrat Caballé, Jer e Bomi Bulsara (pais de Freddie) e Kashmira Bulsara (irmã de Freddie), em Montreux, na Suíça, cidade adotada por Freddie como seu segundo lar.
Os membros remanescentes do Queen fundaram uma associação de caridade em seu nome, a The Mercury Phoenix Trust, e organizaram, em 20 de abril de 1992, no Wembley Stadium, o concerto beneficente The Freddie Mercury Tribute Concert, para homenagear o trabalho e a vida de Freddie.
O cantor também foi conhecido pelo pseudônimo de Larry Lurex e pelo apelido Mr. Bad Guy.
Freddie Mercury era proprietário de uma voz potente. Contam alguns que, durante as gravações do álbum Barcelona, ele desafiou Montserrat Caballé, uma das cantoras líricas mais conhecidas no mundo, para ver quem possuía maior fôlego. Mercury venceu com uma grande vantagem.
Em 1992, um ano depois da morte de Freddie Mercury, realizam-se os Jogos Olímpicos de Barcelona, durante os quais Montserrat Caballé intrepreta a famosa canção "Barcelona" (gravada em 1988) em dueto virtual com o cantor falecido. Ainda hoje o dueto é recordado como um marco histórico da música.

Fonte: Wikipédia

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Blog cria ferramenta Anti-Nickelback


Todos nós temos uma banda que odiamos e se pudéssemos eliminaríamos ela de todos os lugares, principalmente da internet que é onde algumas pessoas passam a maior parte do dia.
Pensando nisso um blog chamado Aux.com criou uma ferramenta que pode ser muito útil para aqueles que odeiam a banda de Chad Kroeger. O plugin "Nickelblock" está disponível para download gratuito e remove todas as menções para "Nickelback" dos sites que o usuário visitar.
No início deste mês, a banda - que lançou seu sétimo álbum da carreira - foi convidada para se apresentar no intervalo de um jogo de futebol americano no dia de ação de graças, nos Estados Unidos. Porém, uma petição pedindo para que o grupo não tocasse no tal jogo superou a marca de 50 mil assinaturas.

Se você odeia Nickelback e quer baixar o "Nickelblock", clique aqui.
O plugin está disponível para Mozilla Firefox e Google Chrome.

22 exigências bizarras dos astros do rock

Se você pudesse pedir qualquer coisa antes do seu show, o que pediria? Confira abaixo algumas das melhores ou mais loucas exigências feitas por artistas do rock e metal, tudo bem que não sabemos se é tudo verdade, mais se for esse pessoal é muito chato heim !!!!

1) Gorgoroth - 50 cabeças de ovelhas, 200 metros de arame farpado, 1 carpinteiro, papel higiênico rosa extra macio.

2) IGGY POP - uma faca afiada, chá de pólvora chinês, um jornal de língua inglesa, um monitor que fale inglês e não tenha medo da morte, um imitador do Bob Hope, 7 anões, 6 garrafas de cerveja boa da região, 2 garrafas de Bordeaux (vinho).

3) Marilyn Manson - ar-condicionado sempre no máximo, balinhas de goma da Haribo, Doritos, absinto, uma prostituta careca e sem dentes.

4) GUNS N' ROSES - cigarros Dunhill, Marlboro, Camel, revistas adultas (Playboy, Penthouse).

5) Sammy Hagar - vodka Absolut, Jack Daniels, Bacardi Anjeo, tequila Premium, 6 limões, 4 copinhos, aipo (cortado e não descascado).

6) MOTLEY CRUE - maionese Kraft, mostarda Grey Poupon Dijon, manteiga de amendoim Skippy Creamy, uma jiboia de 12 metros de comprimento, uma sub-metralhadora, horários marcados nos AA da região.

7) Korn - advogado, médico, dentista.

8) POISON - Um intérprete para os fãs surdos.

9) THE BLOODHOUND GANG - um macaco.

10) THE DARKNESS - absinto, suco de frutas.

11) FOO FIGHTERS - queijo fedorento.

12) Kiss - um suprimento de bonecas infláveis do Kiss.

13) HIM - bíblias.

14) ROLLINS BAND - 2 caixas grandes de cereal, 2 litros de leite e 2 litros de leite de soja, café escuro torrado italiano, 12 barrinhas de proteína.

15) Van Halen - uma bacia de M&Ms sem nenhum de cor marrom.

16) TAKING BACK SUNDAY - um poster do Michael Jackson da era pré-Dangerous.

17) Bon Jovi - 2 esfregões, 2 baldes, 2 vassouras, 2 rodos grandes.

18) Led Zeppelin - Ferro de passar, tábua de passar.

19) LIMP BIZKIT - lâmpadas fluorescentes.

20) DEF LEPPARD - suco de frutas, biscoitos de trigo, ameixas muito muito pequenas.

21) NICKELBACK - passar a tarde jogando golfe.

22) Motorhead - ovos de chocolate Kinder Egg.

Fonte: Whiplash

Post original (inglês): Metal Hammer

Los Hermanos divulga data dos shows em 2012

Confirmadas as datas da turnê do Los Hermanos no ano que vem. Em dezembro vamos divulgar os locais dos shows e todas as informações sobre a venda de ingressos.

Segue as datas:

20.ABR > Recife
21.ABR > Fortaleza
05.MAI > Brasília
06.MAI > Salvador
11.MAI > São Paulo
12.MAI > Porto Alegre
19.MAI > Belo Horizonte
26.MAI > Rio de Janeiro

Fonte: Fã Page Los Hermanos Oficial

segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Baixista queria vocalista do Slipknot no Velvet Revolver




Se dependesse do baixista do Velvet Revolver, Duff McKagan, o grupo já teria escolhido o novo vocalista. O contemplado seria o frontman do Slipknot, Corey Taylor. “Tocamos algumas musicas com o Corey, ele é foda, muito bom”, disse Duff, em entrevista exclusiva. “Eu adoro ele”, admitiu. “Mas o Velvet Revolver é uma democracia e todo mundo tem que gostar do que quer que seja, para que todos acreditem 100% no que está sendo feito. Então se um de nós gosta, mas os outros não, não adianta forçar a barra”, justificou, antes de concluir: “Falando só por mim, que é tudo o que eu sempre faço em entrevistas, Corey Taylor é o melhor vocalista de sua geração”.

Post original: Rock em Geral

sábado, 19 de novembro de 2011

Biografia Black Sabbath

A partir de hoje irei postar a biografia das melhores bandas de rock do mundo, todo sábado será uma banda diferente e para começar nada melhor do que uma das maiores e melhores bandas de heavy metal de todos os tempos que depois de anos separados resolveram se reunir no dia 11/11/11.
Para quem ainda não conheçe o Black Sabbath leia um pouco sobre essa maravilhosa banda...
 




Black Sabbath é uma banda de heavy metal formada no ano de 1968 em Birmingham, Reino Unido. Sua formação original era composta por Ozzy Osbourne (vocais), Tony Iommi (guitarra), Geezer Butler (baixo) e Bill Ward (bateria). Posteriormente, houve numerosas mudanças na banda, e Iommi era o único componente fixo. Embora às vezes, sejam classificados como uma banda de hard rock (Butler define o estilo uma vez blues pesado e distorcido), Black Sabbath é considerado o pioneiro e também um dos primeiros grupos a tocar o estilo heavy metal ao lado de Led Zeppelin e Deep Purple e também contribuíram muito para o desenvolvimento deste tipo de gênero.Desde da sua formação, foram vendidos mais de cem milhões de cópias dos álbuns.



Origens à estreia (1966-1970)

O embrião do Black Sabbath surgiu no ano de 1966 em Aston, uma localidade de Birmingham, Inglaterra. A história começou quando o guitarrista Anthony "Tony" Iommi e o baterista William "Bill" Ward (ambos do grupo Mithology) leram em uma loja, o anúncio de um cantor que foi à procura de músicos para formar uma banda. O cantor era John "Ozzy" Osbourne que estudou na mesma escola que Iommi. Iommi e Ward foram para casa de Ozzy e decidiram formar um complexo musical. Osbourne levou ao grupo, outros dois músicos que tinham tocado com ele na banda Rare Breed: os guitarristas Terence "Geezer" Butler e Jimmy Phillips.

Mais tarde, Butler assumiu o papel de baixista, e foi também assoldato pelo saxofonista Alan "Aker" Clarke. A banda escolheu o nome inicialmente de Polka Tulk Blues Band e encurtado depois para Polka Tulk, e começou a construir um repertório, principalmente blues. Mais tarde, Clarke e Phillips saem do grupo e o restante dos membros decidiram alterar a denominação para Earth. A formação exibe em vários locais, tocando covers de Jimi Hendrix, Blue Cheer, Cream e The Beatles, e esculpiu o primeiro demo em 1968. É recolhido algum êxito no espaço de "pubs" britânicos e permitiu que o grupo a fazer o nome no exterior, graças a gerente Jim Simpson.

Após um curto período, o nome da banda foi mudado porque havia outro grupo denominado Earth. A escolha do nome, mais tarde, veio à ideia de Butler, um grande fã dos romances de "magia negra" e "terror" de autores como Dennis Wheatley. Butler tinha visto o filme de terror italiano do diretor Mario Bava, I Tre Volti Della Paura (As Três Máscaras do Terror) de 1963, mas exibido com o nome de Black Sabbath na Inglaterra e EUA, e escreveu uma canção que incorpora o título do filme. Isto se tornou o novo nome do grupo.

O novo nome é acompanhado por uma transição para um novo som blues, em primeiro lugar com elementos do folk e, em seguida, com cada vez mais fortes e tons escuros até que uma nova solução para a qual o grupo tornou famosa e teria sido numerada para muitos críticos, como os principais pioneiros do heavy metal. O primeiro registro que a banda assinou foi com a Fontana Records e, mais tarde, com o Vertigo. No dia 13 de fevereiro de 1970, foi publicado o álbum de estreia da banda, intitulado simplesmente de Black Sabbath.

O período "clássico" (1971)

O primeiro trabalho, Black Sabbath, foi um grande sucesso (oitavo lugar nas classificações inglesas) devido, em grande parte, à atmosfera histórica de composições como "Black Sabbath", "The Wizard" e "N.I.B.". O disco, para muitos, foi a inauguração de um rock mais original, tanto no sentido sonoro, mais pesado, denso e distorcido; quanto no que se refere às letras. Deep Purple e Led Zeppelin, outras bandas influentes do heavy metal da época, tinham um som mais melódico e mais próximo a outros estilos como o blues, folk e o rock n' roll. A música do Sabbath a princípio tinha características semelhantes, mas com o tempo a banda investiu em um som mais pesado e com temáticas mais obscuras, com referências explícitas a "demônios" e temas envolvendo ocultismo, que era uma novidade e uma polêmica nessa época.

Embora essa espécie de temática pudesse ser eventualmente observada em trabalhos de outros grupos, como os Beatles e Led Zeppelin, o Black Sabbath, graças a sua persistência nessa proposta, foi em grande parte um responsável por um estereótipo que se perpetuou no universo do heavy metal. Este tipo de proposta levou a banda a sofrer numerosas críticas; os mais conservadores os acusavam de promover o "satanismo" e isso costumava alimentar reprovação de grande parte da opinião pública. No entanto, essas polêmicas só contribuíram mais para o sucesso que o Black Sabbath conquistou com sua grande audiência de jovens.

O próximo álbum, Paranoid, até hoje o maior sucesso comercial do grupo, sendo o marco inicial do heavy metal (primeiro nas colocações inglesas; sete discos de platina e um de ouro), é considerado de grande importância para as bases do heavy metal. O trabalho angariou para o Black Sabbath milhares de fãs em todo o mundo, graças a canções como "Paranoid", "Iron Man", "Electric Funeral" e "War Pigs". Com este trabalho, o grupo foi além da atmosfera sombria das músicas e abordou temas como a guerra do vietnã , com temas mais maduros. "War Pigs", por exemplo, é uma crítica a políticos considerados responsáveis pelos horrores da guerra e "Iron Man" tem um texto puramente ciência-ficção.

Em 1971, o grupo publicou o terceiro álbum, Master of Reality, de sucesso notável. Provavelmente foi o álbum mais obscuro e introspectivo da banda. Este trabalho, junto com o Black Sabbath e Paranoid, é considerado o álbum que inspirou o doom metal. Para além de canções do estilo Sabbath como "Children of the Grave" e "After Forever"(curiosamente acusada de blasfêmica, apesar de ter uma forte direção cristã), o álbum é conhecido, sobretudo, pelas suas estilísticas "alegações" (encontradas em canções como "Sweet Leaf", "Lord of This World", "Solitude" e "Into the Void"), que serviram de base para bandas como Saint Vitus e Candlemass.

Nota-se que o disco possui uma inovação particularmente interessante: Iommi, na verdade, toca com a guitarra em dó sustenido (um tom e meio abaixo da afinação tradicional), assim como Butler no baixo. Essa mudança, segundo declaração do guitarrista, foi feita por dois motivos: para se adaptar ao estilo vocal de Ozzy e para dar um som mais pesado para a sua música (mais tarde, a partir do álbum Heaven and Hell, a guitarra e o baixo são afinadas em ré sustenido). Devido a isso, o Black Sabbath talvez tenha inaugurado a chamada "limitação": uma prática que se tornaria quase uma norma para muitos grupos de rock e metal.



Leia mais aqui: Wikipédia

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Música nova do Korn

A banda de New Metal Korn disponibilizou uma nova música para audição na internet. Trata-se de "Sanctuary", presente no próximo álbum do grupo "The Patch Of Totality", que chegará às lojas no dia 6 de dezembro. O disco tem a participação do DJ Skrillex, que mescla elementos de música eletrônica com rock.

Ouça "Sanctuary", mais uma inédita do Korn:


quinta-feira, 17 de novembro de 2011

Foo Fighters e Joan Jett tocam juntos em talk show


 O Foo Fighters e a cantora Joan Jett dividiram o palco do talk show de David Letterman na TV norte-americana na última terça-feira (15). A canção escolhida foi "Bad Reputation", clássico de Jett. No domingo, Joan e o Foo Fighters também se apresentaram juntos no palco do Madison Square Garden, em Nova Iorque.

Assista Foo Fighters com Joan Jett - Bad Reputation:

 

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

DVD Detonautas Live Rock in Rio

 
Uma boa notícia para os fãs do Detonautas Roque Clube, o show que a banda realizou no Rock in Rio 2011 vai virar DVD. 
O trabalho sairá pela MZA Music e deve chegar às lojas no início do ano que vem.
Além da apresentação, o material ainda trará extras, como um making of com cenas de bastidores antes e depois de subirem no Palco Mundo.
Para quem não teve a oportunidade de estar no Rock In Rio ou de assistir o show pela televisão vou dizer uma coisa, pode comprar sem medo pois para mim foi um dos melhores shows do RIR junto com System of a Down, Slipknot e Metallica.
Claro que essa é minha opinião, até porque pela maioria essa edição do RIR só ia ter Teletubbies Restart no palco mundo todos os dias do festival ..

Slipknot no Brasil em 2012 ??

Pelo seu perfil no facebook, Shawn Crahan postou o seguinte texto:


"Obrigado por tudo. Seria maravilhoso Slipknot  no Brasil em 2012? Vamos ter que esperar e ver. Fiquem bem e tenham uma ótima semana..."
Espero que se confirme essa notícia, não consegui comprar meu ingresso para o show da banda esse ano e já faz 6 anos que eu fui na primeira apresentação deles no Brasil ....


Fonte: Whiplash

Novo álbum da banda Hateen

 A banda paulistana Hateen lançou na última sexta-feira (11) seu mais novo trabalho. Trata-se de "Obrigado Tempestade", o quinto álbum de Rodrigo Koala e companhia. 
O disco pode ser baixado gratuitamente no site da banda. Acesse o SITE OFICIAL da banda e ouça o novo álbum do Hateen!

terça-feira, 15 de novembro de 2011

SWU

SWU foi um festival de musica que aconteceu nos dias 12,13 e 14 de novembro na cidade paulista de Paulínia.
Confesso que não assisti todos os shows e talvez nem poderia estar aqui falando sobre o festival mais quero comentar sobre o que eu consegui assistir.

A primeira coisa que eu percebi no SWU  foi que é impossível assistir um show de HIP-HOP, tudo bem se tiver alguém lendo esse blog dúvido que tenha deve ta falando "po o cara cria um blog pra falar de rock é claro que ele vai achar HIP-HOP ruim" mais nao é bem assim, me amarrei no show do The Black Eyed Peas, Marcelo D2 é legal mais eu preferia ele na época do Planet Hemp os shows do Snoop Dogg e do Kanye West foram os shows mais merdas chatos de assistir,  o que eu gostei no show do Kayne West foi a mega produção do palco mais nem isso segurou os fãs do Black Eyed Peas que aproveitaram uma pausa no show do rapper para poder passear.
No domingo por motivo de força maior -tive que trabalhar- não pude assistir os shows, queria muito ter visto Duran Duram e Chris Cornell mais infelizmente como não sou milionário mentira sou sim eu fui trabalhar e perdi o segundo dia de shows.

Agora sim o terceiro e mais esperado (pelo menos para mim) dia do festival, bandas como Alice in Chains, Faith no More, Megadeth e Stone Temple Pilots eram as mais esperadas e nem a chuva afastou os fãs das bandas que estouraram na década de 90, se eu estivesse lá tambem não iria embora igual eu fui no show do Guns and Roses no Rock in Rio, tudo bem que eu fui ano passado no show do GnR na apoteose e não ia ficar na chuva para ver de novo.
De todos os shows de ontem eu queria estar lá para curtir o show do Faith no More,Mike Patton já é velho conhecido dos brasileiros e sabe como entreter seus admiradores.
Sucessos como Surprise! You're Dead, Midlife Crisis, King for a Day... Fool for a Lifetime, Easy e Epic foram só algumas da músicas que a banda tocou, Patton como sempre fez suas caretas malucas e interagiu bastante com o público no bom e velho português.
Espero que eu consigua ir na proxima edição do festival, mesmo tendo umas atraçoes que nem se eu fosse surdo iria suportar sempre tem um dia que agrada a galera do Rock !!!!

Começando um novo Blogger!!

Sou um amante do bom Rock and Roll e criei esse blog para postar notícias, curiosidades e as biografias das melhores bandas do mundo do rock...