Receba as atualizações do blog em seu Email

quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Grandes álbuns do Hard Rock - Appetite for Destruction - Guns N' Roses

Appetite for Destruction é o álbum de estreia do grupo norte-americano de hard rock Guns N' Roses. Lançado em 21 de julho de 1987 pela Geffen Records, não obteve muito sucesso de início, mas começou a vender assim que a banda iniciou turnês pela América do Norte como abertura para grandes nomes do rock como The Cult, Alice Cooper e Aerosmith, além de seus próprios shows por festivais e casas de show.

Apesar de todas as faixas creditarem todos os cinco membros originais como compositores algumas das faixas tiveram as letras criadas individualmente por cada um em diferentes épocas e as melodias só foram produzidas quando a banda já estava junta em estúdio. O estilo do álbum, como um todo, se resume ao popular hard rock dos anos 80 com influências de AC/DC e Rolling Stones, com guitarras em evidência em canções repletas de solos acompanhadas por vocais altos e distorcidos, sendo que outros instrumentos e técnicas como sintetizadores e piano só foram usados em outros lançamentos da banda.

Appetite for Destruction é tido como um dos mais importantes lançamentos da história do rock por trazer canções que se tornaram clássicas e são populares até hoje como "Welcome to the Jungle", "Sweet Child O' Mine" e "Paradise City" dentre outras. O álbum foi aclamado pela crítica, que elogiou principalmente as letras variadas e as melodias potentes. Foi também um grande sucesso comercial, se tornando o disco de estreia mais vendido da história e é hoje o 11º álbum mais vendido nos Estados Unidos, bem como um dos mais vendidos mundialmente, com cerca de 28 milhões de cópias comercializadas desde seu lançamento.



Capa censurada do Appetite for Destruction
O título do disco é o nome da ilustração de Robert Williams que foi usada como capa original do disco, retratando uma mulher vítima de estupro com as calcinhas nos joelhos e seu algoz, um robô estuprador, prestes a ser punido por uma máquina assassina vingadora. Foi considerada obscena e depreciativa contra as mulheres e proibida nos Estados Unidos e alguns outros países; a imagem substituta trazia um crucifixo com caricaturas de cada um dos membros da banda como se fossem caveiras, uma imagem que Axl Rose tem tatuada em seu antebraço direito. Porém, a capa original foi editada normalmente em vários países, inclusive o Brasil, e em outros ela era impressa com o livreto do vinil ou o encarte do CD.

Muitas faixas do álbum foram escritas em parceria pela banda na época em que eles se apresentavam em bares e clubs de Los Angeles, mas algumas já tinham base desde 1983, quando Axl Rose integrava a banda Hollywood Rose, que foi fundida em 1984 com outra pequena banda, o L.A. Guns, para formar o Guns N' Roses, na época integrado por Axl nos vocais, Slash e Izzy Stradlin nas guitarras, Duff McKagan no baixo e Steven Adler na bateria; é o caso de "Anything Goes", uma das primeiras músicas próprias do Hollywood Rose composta por Axl, Izzy Stradlin e o o guitarrista Chris Weber. Outro acontecimento da época que inspirou a banda foi a amizade de Axl com uma garota chamada Michelle Young, que havia falado para Axl sobre como ela gostaria que alguém escrevesse uma música em sua homenagem, então Axl compôs "My Michelle", que acabou expondo abertamente várias tragédias pessoais dela, como o suicídio de sua mãe, por exemplo, mas mesmo assim ela se disse feliz na época pela atenção que ela passou a receber.
Muitas das canções foram totalmente compostas em questão de poucas horas, como "Out Ta Get Me", feita em apenas três horas baseado em um riff (acordes de guitarra) criado por Izzy e Axl compôs a letra de "Welcome to the Jungle" enquanto visitava um amigo em Seattle e depois desenvolveu a melodia com Slash baseado em riffs que eles haviam criado anos antes. "Paradise City" não possui nenhum grande significado na letra, a canção foi composta quando banda voltava de Seattle para Los Angeles, e "Mr. Brownstone" é uma gíria americana para heroína. A popular "Sweet Child O'Mine" foi baseada no relacionamento de Axl com Erin Everly, com quem ele se casou em 28 de abril de 1990. Essas cinco faixas são canções pesadas, cheias de riffs em evidência, consideradas "sujas, perigosas e divertidas", descritas pelo Allmusic como (...)tudo o que o rock deve ser(...).
"It's So Easy" é um trabalho conjunto de Duff com o compositor West Arkeen para ser uma música acústica, e segundo Axl foi uma sugestão de Slash transformá-la em uma faixa pesada. "Think About You" foi composta inteiramente por Izzy e é considerada literariamente similar com "Sweet Child O'Mine", mas segundo Izzy ela é baseada no cotidiano de Hollywood. Os riffs de "Nightrain" foram criados por Slash e Izzy no chão da sala de ensaios da banda e a letra foi criada em conjunto durante uma caminhada noturna por Los Angeles. Há ainda "Rocket Queen", que causou polêmica pois Axl levou uma mulher chamada Adriana Smith para o estúdio e transou com ela para que gravassem o som que Smith fazia e assim colocá-lo no fundo da música, o que acabou realmente sendo lançado na versão padrão do álbum.


Track List do Appetite for Destruction

1.     "Welcome to the Jungle"       Axl Rose     Slash     4:34
2.     "It's So Easy"       Duff McKagan e West Arkeen     Duff e West     3:23
3.     "Nightrain"       Axl     Izzy Stradlin, Slash e Duff     4:29
4.     "Out Ta Get Me"       Axl     Izzy e Slash     4:25
5.     "Mr. Brownstone"       Izzy e Slash     Izzy e Slash     3:49
6.     "Paradise City"       Axl     Slash, Izzy e Duff     6:46
7.     "My Michelle"       Axl     Izzy     3:40
8.     "Think About You"       Izzy     Izzy     3:52
9.     "Sweet Child o' Mine"       Axl     Slash e Izzy     5:55
10.     "You're Crazy"       Axl     Izzy     3:17
11.     "Anything Goes"       Axl e Izzy     Izzy e Chris Weber     3:26
12.     "Rocket Queen"       Axl     Slash e Duff     6:13










0 comentários:

Postar um comentário