Receba as atualizações do blog em seu Email

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Ex-gestor financeiro do Pearl Jam é acusado de ter roubado US$ 380 mil da banda

De acordo com o site Seattle PI, Goodrich foi o responsável pelas contas do grupo até setembro de 2010, quando foi demitido da Curtis Management por suspeita de transferir dinheiro da empresa para suas contas pessoais.

Considerando as despesas legais com o processo e correção monetária prevista pela companhia, Goodrich já deve mais de US$ 380 mil  à banda.

A Curtis Management é controlada por Kelly Curtis, empresário do Pearl Jam desde a fundação da banda.

De acordo com os promotores do caso, Goodrich usou dinheiro da empresa para pagar dívidas dele e da esposa, e usou cartões de crédito da banda para pagar férias e jantares caros em família.

O réu, que tem 54 anos, ainda registrou pagamentos a integrantes do grupo que na realidade nunca aconteceram - o dinheiro era todo desviado para ele.

Os roubos teriam provocado um prejuízo de US$ 556 mil à empresa de gestão, incluindo os gastos com as investigações. Kelly Curtis, um dos donos da Curtis Managemente disse que está "profundamente triste com a situação", mas que está ansioso para uma resolução.



Fonte

0 comentários:

Postar um comentário