Receba as atualizações do blog em seu Email

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Os 10 melhores bateristas de todos os tempos #2 Nick Mason ( Pink Floyd )


Nicholas Berkeley "Nick" Mason (nascido dia 27 de janeiro de 1944) é um baterista e compositor inglês, mais conhecido por ser integrante do Pink Floyd. Ele foi o único membro que não saiu desde a formação da banda em 1965. Apesar de escrever poucas músicas para o Pink Floyd, ele contribui com umas das mais famosas músicas da banda, como "Interstellar Overdrive", "A Saucerful Of Secrets" e "Echoes". Ele também compete em eventos automobilísticos, como o 24 Horas de Le Mans. Ele foi o único membro do Pink Floyd a participar da gravação de todos os álbuns.

Filho do documentarista Bill Mason, Nick Mason nasceu em Birmingham mas cresceu em Hampstead, Londres, e estudou na escola Frensham Heights School, perto de Farnham. Ele, posteriormente, estudou na Universidade de Westminter, onde se juntou com Roger Waters, Bob Klose e Richard Wright em 1964 para formar o antecedente do Pink Floyd, Sigma 6.

Mason é o baterista de todos os álbuns do Pink Floyd (mas não em todas as músicas).
Apesar dos conflitos pelo direito do nome 'Pink Floyd' que começou quando Roger Waters saiu da banda em 1986 e durou 7 anos, Roger e Nick estão de bem atualmente. Nick Mason tocou com Waters nos últimos dois dias de sua turnê mundial de 2002 tocando bateria na música "Set the Controls for the Heart of the Sun", ele também tocou em alguns shows da turnê europeia de Waters em 2006 e em algumas performances em Los Angeles e Nova York nos Estados Unidos. Em maio de 2007, Mason e Waters voltaram aos palcos novamente em Earls Court para tocar The Dark Side of the Moon. No dia 12 de maio de 2011,juntamente com David Gilmour, eles tocaram Outside the Wall na turnê The Wall Live de Roger Waters. David também tocou Comfortably Numb naquela noite.
Em julho de 2005, Nick, David, Richard e Roger tocaram juntos no Live 8 em Londres, após 24 anos de não tocarem juntos. Mason também tocou com David Gilmour e Richard Wright durante o show de Gilmour no Royal Albert Hallem Londres, no dia 31 de maio de 2006, reunindo o Pink Floyd "pós Roger Waters". Nick diz ser a ligação entre Gilmour e Waters, e acredita que a banda vai tocar novamente ao vivo. Suas respostas passaram de "tocar para fins beneficentes" para "uma turnê" em várias entrevistas nos últimos anos. Ele também disse, em 2006, que o Pink Floyd não acabou oficialmente.
A única música do Pink Floyd criada apenas por Nick são "The Grand Vizier's Garden Party Parts 1-3" (do álbum Ummagumma) e "Speak to Me" (do álbum The Dark Side of the Moon). A canção da banda chamada "Nick's Boogie" levou esse nome em sua homenagem.


As únicas vezes que a voz de Nick Mason foi encorporada nos álbuns do Pink Floyd foram em "Corporal Clegg", "One of These Days", "Signs of Life" e "Learning to Fly" do álbum A Momentary Lapse of Reason. Ele, contudo, cantou em duas faixas não lançadas oficialmente, "Scream Thy Last Scream" (1967) e "The Merry Xmas Song" (1975–76). Em performances ao vivo, ele fez a parte falada em "Sheep".
Diferente dos outros membros do Pink Floyd, Nick Mason raramente tocou outro instrumento sem ser o seu usual (bateria), embora tenha contribuído com diversos efeitos sonoros nos álbuns do Pink Floyd. As únicas vezes que ele tocou um instrumento sem ser de percussão foi em "The Grand Vizier's Garden Party", sua composição pessoa de Ummagumma, onde ele tocou teclado, guitarra e barulhos de baixo, e em versões ao vivo de "Outside the Wall", onde ele tocava violão com outros os membros.
Nick já fez vários outros trabalhos como produtor e baterista para Steve Hillage, Robert Wyatt, The Damned e Gong. Ele também tocou bateria com Michael Mantler.
Nick usava bateria Premier nos anos 60 e às vezes nos anos 70 (principalmente durante as gravações de Wish You Were Here). Depois disso, ele usou Ludwig dos anos 70 até 1992. Atualmente, ele usa Drum Workshop (DW). Sua bateria é uma DW com dois bumbos, com o símbolo do Dark Side of the Moon. Ele também usou chimbais Paiste durante toda sua carreira com o Pink Floyd. Ele usa uma mistura de chimbais Paiste Traditional, Signature e 2002.Foi Considerado o melhor baterista de todos os tempos por pessoas como Eddie Van Halen, Richie Blackmore e Vinny Apice e outros astros do rock.
O livro de Nick Mason, Inside Out: A Personal History of Pink Floyd, foi publicado em outubro de 2004 no Reino Unido.

Estamos chegando ao final da nossa humilde lista, se alguém discordar pode ficar a vontade para opinar..

Quem vocês acham que será o nosso primeiro lugar dos melhores bateristas de todos os tempos ??

0 comentários:

Postar um comentário